Petrobras faz sua maior descoberta desde o pré-sal em Sergipe e Alagoas

A Petrobras descobriu em Sergipe e Alagoas 6 campos de gás natural. A expectativa da estatal é que seja possível extrair 20 milhões de metros cúbicos por dia. Isso é o equivalente a 1/3 da produção brasileira atualmente.

De acordo com reportagem divulgada neste domingo (16.jun.2019) pelo jornal O Estado de S.Paulo, a consultoria Gás Energy estima que a exploração desses campos deve resultar em R$ 7 bilhões de receita anual para a petroleira e suas sócias.

Esta seria a maior promessa da estatal desde o pré-sal, descoberto em 2006 no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Os investimentos necessários para limitar a área e construir o gasoduto são de R$ 2 bilhões. Os dados foram estimados a partir de dados do MME (Ministério de Minas e Energia). Ao jornal, Márcio Felix, secretário da pasta, declarou que a exploração terá competição e com isso o preço do gás diminuirá.

Para o governo do presidente Jair Bolsonaro, a descoberta pode ajudar a consolidar a promessa do ministro da Economia, Paulo Guedes, de incentivar a industrialização do país e baratear em até 50% o custo do gás natural. Felix, inclusive, participa da elaboração do plano de Guedes.

A descoberta tornaria isso possível porque, além do aumento da produção, outras concorrentes da Petrobras, como a ExxonMobil, começariam a explorar a área. Empresas importadoras de gás também iriam concorrer pela infraestrutura de escoamento, o que resultaria em uma redução na tarifa de transporte e do preço final do gás.

Em maio, o diretor de Exploração e Produção, Carlos Alberto Pereira de Oliveira, falou sobre as descobertas na região. De acordo com ele, o óleo e o gás encontrados no reservatório são de excelente qualidade.

Deixe uma resposta