Tribunal de Justiça mantém afastamento de 7 vereadores da cidade de Vitória do Mearim

A Segunda Turma Criminal do Tribunal de Justiça decidiu manter o afastamento de 7 vereadores de Vitória do Mearim. A decisão saiu agora há pouco e todos os três desembargadores membros da turma votaram contra os parlamentares, mantendo a decisão do juiz de primeira instância.

Os vereadores afastados José Mourão, Hélio Rodrigues, George Maciel, Oziel Gomes, Benoa Rodrigues, Marcelo Brito e Mauro Rogério estão sendo investigados no âmbito de uma operação deflagrada pela GAECO, em 05/06/2019, para apurar a suposta prática dos crimes de corrupção passiva e associação criminosa, sob a alegação de pedirem dinheiro para a prefeita Dídima Coelho.

Eles chegaram a serem presos por 10 dias, mas foram soltos e uma semana depois o juiz da cidade decidiu afastá-los dos cargos. Eles já tinham perdido uma liminar no tribunal para o retorno do caso e agora os desembargadores José Luis, José Bernando e Raimundo Barros mantiveram a decisão e os 7 que assumiram interinamente até uma decisão final do supremo, para onde os parlamentares devem recorrer.

O vereador Oziel da Silva, investigado também por vender munições a ciganos de Miranda do Norte, saiu da cadeia no mês passado e também tentava retornar ao cargo. Com isso, a prefeita Dídima Coelho e seu marido, Almir Coelho, conseguem continuar no comando da desastrosa administração municipal e ganhando todas as ações no âmbito da Justiça.

Deixe uma resposta